sábado, 30 de outubro de 2010

Infantil também vence e segue na briga

Autor: Marcelo | sábado, 30 de outubro de 2010 | Categoria: | 0 comentários


Seguindo a rodada do Campeonato Candango de Categorias de Base, a equipe Infantil do Gama jogou fora de casa. E na casa do adversário, o alviverde venceu o Sobradinhense pelo placar mínimo, 1x0.

O gol foi marcado por Fabinho. Agora o Infantil termina a terceira fase em casa diante do CAESO/BFA no próximo sábado à tarde no CT Ninho do Periquito.

Óia a chuva!!!

Autor: Marcelo | | Categoria: | 3 comentários


Vento forte assolou CT e causou estragos.
Foto: Marcelo Gonçalo (Blogama.com.br)

O clima no Distrito Federal é famoso por pregar várias peças em seus habitantes. Por exemplo, não é difícil passar por uma rua em que de um lado está chovendo e no outro está com sol. E a mudança de temperatura que antecede este período faz a festa dos donos de farmácia: uma hora está um calor de rachar e logo depois vem o frio.

A última vítima foi a SEG. A chuva repentina e forte de ontem derrubou boa parte do alambrado dos campos 2 e 4 além de praticamente desmontar um dos gols. O resultado foi um prejuízo para os cofres do Gama que precisa do CT inteiro para a reapresentação dos atletas na próxima segunda (01/11).

O Gerente de Futebol Mauro Ramos e o Vice Presidente do Gama Carlos Macedo estiveram hoje no CT para avaliar os prejuízos. Ramos inclusive disse que o prejuízo se estendeu ao Clubinho que fica em frente ao CT e que também pertence à Wagner Marques. Segundo ele, duas árvores foram derrubadas com a força do vento.

Juvenis vencem Gaminha e põem um pé na semi

Autor: Marcelo | | Categoria: | 0 comentários


Garotada do Juvenil se recuperou com goleada.
Foto: Marcelo Gonçalo (Blogama.com.br)

Hoje pela manhã no campo 2 do CT Ninho do Periquito os Juvenis do Gama entraram em campo pela segunda rodada da terceira fase do Campeonato Candango de Categorias de Base. O adversário era o Gaminha que havia vencido a primeira rodada e era o então líder da chave.

Com o tropeço na primeira rodada, o Gama precisava da vitória para não depender de outros resultados. A preliminar do jogo já foi bom para o Gama: O DF FC (que na verdade se trata da categoria sub-16 do Gama) nem precisou entrar em campo para vencer o Madureira. O adversário não compareceu ao jogo e o juiz decretou vitória do DF por WO.

SEM DAR CHANCES
O Gama então entrou em campo às 11 horas e determinado a vencer o líder. O técnico Enock Lopes não pôde contar com Pacheco e Tiago suspensos. Vitor e Flávio respectivamente entraram em seus lugares e substituíram à altura os titulares. Logo no começo da partida o Gama abriu o placar. Lançamento na pequena área, a defesa do Gaminha não conseguiu tirar e a bola ficou viva. No rebolo Max colocou o pé na criança e empurrou para as redes. 1x0 Gama.

O gol deu tranquilidade à equipe. Os visitantes tentaram responder mas deixaram espaços em sua defesa. Em um destes espaços Darlan recebeu passe na meia lua e chutou forte para o gol. O goleiro do Gaminha praticou uma grande defesa.

Aos 26, o Gama ampliou. O lateral direito Samuel fez linda jogada individual pela direita driblando dois marcadores, avançou até a grande área e desferiu um chute fraco e rasteiro mas o goleirão aceitou. 2x0 Gama.

Se já estava difícil para o Gaminha, a coisa complicou quando o visitante teve um jogador espulso pela arbitragem por jogada desleal. Aos 38 Max arriscou de fora da área e o goleiro do Gaminha se redimiu praticando uma boa defesa. O juiz apitou o intervalo.

TROCA-TROCA
O segundo tempo começou como o primeiro, com o Gama dominando as ações e o Gaminha mais compacto no meio de campo. Aos 5 minutos, o lateral esquerdo Vitor avançou pela esquerda e cruzou para a área. O goleiro deu rebote e Darlan bem posicionado chutou por cima.

A partir daí o técnico Enock Lopes procedeu várias substituições e o Gaminha cresceu no jogo mas o sistema defensivo do periquito suportou bem. Aos 13 minutos o meia Gilvan que entrou no segundo tempo cabeceou uma bola no travessão.

Aos 24 Gilvan serviu ao atacante Daniel que chutou forte e a bola raspou de novo o travessão. Aos 28 o Gama ampliou. Gilvan ganhou na raça pelo meio e tocou na medida para Samuel pela direita. O lateral avançou e chutou cruzado, o goleiro do Gaminha deu o rebote nos pés de Murilo sozinho, sem marcação e com o gol escancarado. O atacante só teve o trabalho de tocar para o gol. 3x0 Gama.

O Gaminha ainda teve mais um jogador expulso no finalzinho e o atacante Daniel perdeu um gol feito. Mas já estava de bom tamanho. Gama na liderança 3, Gaminha em penúltimo 0.

A equipe Juvenil agora volta a entrar em campo somente no próximo sábado às 14 horas para enfrentar o já eliminado Madureira da Ceilândia. Mas se o adversário repetir a performance de hoje nem precisará entrar em campo. O DF FC joga no mesmo dia no CT do Gaminha na Casa Grande precisando apenas de um empate. O Gama jogou com a seguinte formação: Pedro; Samuel, Flávio, Bruno e Vitor; Douglas, Mailon (Luan), Darlan (Murilo) e Max (Gilvan); Daniel e Dudu (André).

INFANTIL JOGA À TARDE
Agora sob o comando do técnico Ernesto ex-Santa Maria, o time Infantil do Gama tenta se recuperar do tropeço da primeira rodada fora de casa diante do Sobradinhense no estádio Augustinho Lima. Mais tarde o BLOGAMA informará o resultado da partida.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

FBF define número de clubes no candangão de 2011 e 2012

Autor: Marcelo | terça-feira, 26 de outubro de 2010 | Categoria: | 3 comentários


O Campeonato Candango da Segunda Divisão está se aproximando do seu final. CFZ e Bosque de Formosa já garantiram sua vaga na elite candanga em 2011. Nesse meio tempo o presidente da FBF Paulinho Araújo convocou assembléia geral para definir a disputa dos campeonatos de 2011 e 2012. Com o fim da Terceira Divisão ainda neste ano, vários clubes ficaram de braços cruzados: Sobradinho, Planaltina/GO, Bandeirante (remanescentes de 2009) Guará, Santa Maria, Brazlândia, Samambaia e Brazsat (rebaixados e desistentes) foram os clubes penalizados com a decisão.

Em reunião com os 24 representantes dos clubes do DF, ficou definido que em 2011 a primeira divisão ainda contará com oito clubes: Ceilândia, Brasiliense, Ceilandense, Botafogo, Gama, Brasília, CFZ e Bosque. Porém a segunda divisão reunirá além dos rebaixados da primeira divisão, os desclassificados da segunda divisão de 2010 e os remanescentes da terceira divisão, podendo chegando ao número máximo de 16 clubes.

A Segunda Divisão promoverá então quatro clubes para a Primeira Divisão em 2012, deixando a elite candanga com dez clubes. Sem terceira divisão, não haverá rebaixamento na segundona. Com isso a Super-Segunda Divisão de 2011 seria composta pelos seguintes clubes: Luziânia/GO, Dom Pedro, Legião, Cruzeiro, Capital, Paranoá, Unaí/MG, Bolamense, Sobradinho, Planaltina/GO, Bandeirante, Guará, Santa Maria, Samambaia, Brazsat e Brazlândia. Com um número maior de clubes na segunda divisão, o prazo de disputa tende a aumentar. Ainda deve ser definido em Arbitral a fórmula de disputa: chaves, pontos corridos, fases e etc.

ESTÁDIOS PRECISAM DE REFORMAS
Restando pouco mais de dois meses para o início do Candangão, um velho problema volta a afligir o futebol candango. Várias praças esportivas do DF encontram-se com sérios problemas estruturais e o velho jogo de empurra entre Clubes-Federação-Administrações Regionais devem prejudicar o campeonato.

Com a reforma do principal estádio da cidade para a Copa de 2014 (o Mané Garrincha que passará a se chamar Estádio Nacional de Brasília), restaram apenas quatro estádio com laudos da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros e em condições de receber público: Abadião, Serejão, Bezerrão e Diogão em Formosa. A segunda opção dos clubes de Brasília seria o CAVE que abrigou os jogos de Botafogo e Brasília, mas devido à queda de um alambrado o estádio não foi liberado para os jogos da segunda divisão.

O estádio da Metropolitana é um dos que mais requerem cuidados e sempre precisa de uma reforma tampão para ser liberado. O Dom Pedro manda seus jogos lá. Mas há estádios onde a liberação tende a ser mais difícil como o estádio do Cruzeiro e o JK em Paranoá. No caso do primeiro pesam a qualidade e a dimensão do gramado além das instalações sanitárias, arquibancadas e vestiários (que são de lata). No segundo a falta de urbanização das arquibancadas não permite a entrada de torcedores.

Há também os estádios Augustinho Lima em Sobradinho, Rorizão em Samambaia e Chapadinha em Brazlândia, que não se sabe como estão as condições. Em compensação o Adonir Guimarães em Planaltina, Serra do Lago em Luziânia e Urbano Adjuto em Unaí contam com boas condições de uso e devem estar aptos até a data de início da competição.

Confira como devem ficar a situação dos mandantes em 2011:
1ª divisão
- Ceilândia (Abadião, OK)
- Brasiliense (Serejão, OK)
- Ceilandense (Abadião, OK)
- Botafogo (CAVE, sem condições)
- Gama (Bezerrão, OK)
- Brasília (CAVE, sem condições)
- CFZ (CAVE ou JK, sem condições)
- Bosque (Diogão, OK)

2ª divisão
- Luziânia (Serra do Lago, OK)
- Dom Pedro (Metropolitana, ignorado)
- Legião (Abadião, OK)
- Cruzeiro (Cruzeiro, ignorado)
- Capital (CAVE, sem condições)
- Paranoá (JK, sem condições)
- Unaí/MG (Urbano Adjuto, OK)
- Bolamense (Rorizão, OK)
- Sobradinho (Augustinho Lima, ignorado)
- Planaltina/GO (Esportivo Municipal, ignorado)
- Bandeirante (Metropolitana, ignorado)
- Guará (CAVE, sem condições)
- Santa Maria (Rorizão, OK)
- Samambaia (Rorizão, OK)
- Brazsat (Não definiu ainda sua participação, mandava jogos no Mané Garrincha)
- Brazlândia (Chapadinha, ignorado)

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Time se reapresenta daqui uma semana

Autor: Sérgio Vinícius | segunda-feira, 25 de outubro de 2010 | Categoria: | 8 comentários

Acabou a folga, jogadores curtem a última semana de
férias antes da volta ao trabalho.
Foto: Sérgio Vinícius (BloGama.com.br) - agosto/2010
 

Após a vexatória queda para a Série D do campeonato brasileiro os jogadores do Gama tiveram um bom período de férias. A maioria dos componentes do elenco ainda se encontra em seu locais de descanso. Mas a folga para os atletas está prestes a acabar. A previsão é para que os jogadores remanescentes se reapresentem na próxima semana, no dia 1º de novembro, para o início do trabalho de preparação para o Candangão 2011.


Em conversa pela internet o zagueiro Pedrão garante que está pronto para voltar ao trabalho e dia 1º estará em Brasília. "Não vejo a hora do Candangão começar", afirma o atleta.


Mesmo com a confirmação de que boa parte do time que representará o Gama ano que vem será de destaques que faziam parte do elenco que sofreu a fatídica queda para a quarta divisão a torcida segue na ânsia de novos reforços e também de novidades fora de campo. Até o momento o futuro do Gama segue um incógnita, muitos adeptos e admiradores que acompanham a Sociedade Esportiva do Gama estão inseguros e desconfiados do que possa vir a ser o próximo campeonato.

As grandes novidades na volta aos trabalhos devem ser a volta do meia Kabrine e do atacante Keké, ambos recuperando-se de cirurgia após sofrerem rompimento do ligamento cruzado do joelho. A lista de jogadores que provavelmente se reapresentarão para os treinos é a seguinte:






Goleiros:
Fernando Vizotto
Léo
Pereira

Zagueiros:
Pedrão
Rafael Pedro
André Nunes

Laterais:
Alexandre
Allan

Volantes:
Éverton
Wallace

Meias:
Kabrine
Tallys
Elivelto

Atacantes:
Bachin
Keké
Hugo
Paulo Renê




Equipes de Base tropeçam na estréia

Autor: Marcelo | | Categoria: | 29 comentários


Surpresas e tropeços marcaram o final de semana.
Foto: Marcelo Gonçalo (Blogama.com.br)

A estréia das equipes de Base do Gama na terceira fase do Campeonato Candango das categorias sub-15 e sub-17 não foi da forma que se esperava. Agora que o nível técnico aumentou, cada jogo passou a ser mais decisivo do que antes. Os dois primeiros de cada chave passam para a semifinal da competição.

TROCA DE COMANDO E RETRANCA

Pela categoria Infantil, uma notícia pegou a todos de surpresa. O técnico Batata que comandava a equipe foi demitido pela direção da FUNFA. O técnico dos Juvenis Enock Lopes foi o técnico interino.

Jogando no CT Ninho do Periquito, a equipe Infantil teve total domínio da partida, porém esbarrou na boa defesa do Planalto que congestionou o meio de campo e impossibilitou a investida alviverde. Apesar conseguir algumas boas chances, o placar ficou mesmo no 0x0.


INIMIGO ÍNTIMO

A segunda surpresa do dia ficou por conta do adversário do Gama pela categoria Juvenil. A equipe comandada de novo por Enock enfrentou o DF FC. Só que o DF na verdade é uma "sucursal" do Gama. A explicação: O DF na verdade é a equipe sub-16 do Gama que está usando a competição para se preparar para a SC Cup, um campeonato de futebol categoria sub-16 que será disputado em dezembro na cidade de Florianópolis. O técnico Gabriel do DF FC também trabalha pra a FUNFA.

Os técnicos embora surpresos com a situação não esperava que as equipes fossem se cruzar tão cedo. Mas, enfim, a diretoria liberou os treinadores de algum eventual "jogo de compadres" e mandou os times pra cima. O que se viu então foi uma autêntica decisão. O Gama no tradicional 4-4-2 e o DF no 3-5-2.

No começo do jogo o DF abriu o placar. Boabeada na defesa do Gama, o zagueiro Tiago recuou mal e o atacante Jota roubou-lhe a bola e tocou no canto de Carlos. 1x0 DF. A seguir o Gama dominou a partida em busca do empate mas esbarrou nas ótimas defesas do goleiro adversário que fechou a meta.

No segundo tempo o Gama veio disposto a virar o jogo, mas encontrou um adversário disposto a manter a vantagem. Na metado do segundo tempo veio o empate. Dudu bateu escanteio curtinho para Max no bico da grande área chutar cruzado e vencer o goleiro. 1x1.

Fisicamente melhor, o Gama dominou o restante do jogo buscando o gol da virada, mas a equipe "visitante" se segurou na defesa. E nos contra ataques o DF era perigoso. Em lançamento longo a bola sobrou para Gaúcho que cabeceou no canto de carlos e tirou tinta da trave esquerda. Mas o placar se manteve inalterado. 1x1.

A equipe Infantil jogará novamente no próximo sábado no estádio Augustinho Lima quando enfrentará o Sobradinhense. Já o Juvenil jogará também no sábado, à tarde no CT Ninho do Periquito diante do Gaminha.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Evento marca chegada da PIRMA no Brasil

Autor: Marcelo | sexta-feira, 22 de outubro de 2010 | Categoria: | 5 comentários


Vários tipos de calçados foram expostos na chegada da nova marca esportiva.
Foto: Marcelo Gonçalo (Blogama.com.br)


Foi realizada na noite desta sexta feira em um hotel à beira do lago a festa de lançamento dos produtos PIRMA no Brasil. A FUNFA que é a parceira do Gama nas categorias de Base será a empresa responsável por distribuir os produtos mexicanos.

O gerente da empresa FUNFA Carlos Alberto Mohammad, o Betinho Informou que os produtos são importados, de alta qualidade e que estará disponível ao mercado a partir do dia 25 de novembro. O carro chefe da marca é a chuteira Gladiator 4 utilizada pelos times do México no campeonato nacional.



Estiveram presentes também os integrantes dos times masters de Flamengo e Fluminense que entrarão em campo amanhã para a disputa de um amistoso. Craques que fizeram história no Rubro Negro na década de 80 como Adílio e Rondinelli exibiram extremo bom humor para conversar com os jornalistas e presentes.

Adílio que é o responsável pelo grupo também é o técnico e fez questão de esconder a escalação da equipe para amanhã: "A gente vai conversar no vestiário pra ver quem está melhor. Temos que usar todas as armas que temos" disse o craque que também foi técnico das categorias de base do mengão.



A PIRMA também exibiu o uniforme da equipe do UniCEUB que representará Brasília no campeonato de basquete da NBB a qual é o atual campeão. O pivô Guilherme Giovanoni, e os alas Alex e Nezinho aprovaram o visual do novo uniforme.

INGRESSOS À VENDA

Amanhã estarão à venda nas bilheterias do estádio ao preço único de R$ 5,00 os ingressos para o amistoso entre os masters de Flamengo e Fluminense. A partida começará às 16:00 no magnífico estádio Bezerrão.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

ABAIXOU - Amistoso no Bezerrão terá preço único

Autor: Marcelo | quinta-feira, 21 de outubro de 2010 | Categoria: | 2 comentários


A intenção é encher o estádio Bezerrão no sábado.

A diretoria da FUNFA informou que o valor do ingresso do amistoso envolvendo as equipes masters de Flamengo e Fluminense que ocorrerá neste próximo sábado terá preço único para arquibancadas coberta e descoberta. Agora o torcedor pagará somente R$ 5,00 em qualquer setor do estádio para assistir a partida. Antes o valor da entrada para a arquibancada coberta era de R$ 15,00.

A intenção da empresa é de lotar as arquibancadas do estádio Bezerrão para montar o espetáculo digno das estrelas que desembacarão em Brasília neste final de semana. O amistoso e os referidos bastidores terão cobertura do BLOGAMA.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

FBF divulga tabela da terceira fase

Autor: Marcelo | terça-feira, 19 de outubro de 2010 | Categoria: | 0 comentários


Depois de sacramentarem a classificação à terceira fase do Campeonato Candango de Categorias de Base, a Federação Brasiliense divulgou nesta tarde os emparelhamentos da equipe alviverde nesta próxima etapa.

A equipe Infantil treinada pelo técnico Batata irá enfrentar o Planalto, Sobradinhense e Caeso/BFA. Já a equipe Juvenil encara as equipes do DF FC de Samambaia, Gaminha e Madureira da Ceilândia. Serão três jogos somente de ida e os dois primeiros de cada chave se classificam para as semifinais.

A maioria dos jogos acontecerá no CT Ninho do Periquito e os portões estarão abertos para a torcida que quiser apoiar a garotada. O próximo desafio será neste próximo sábado às 10:30 quando a equipe Juvenil comandada pelo técnico Enock Lopes enfrentará o DF FC. Confira abaixo a tabela com os jogos das categorias de base do Gama:

INFANTIL
- Gama x Planalto (24/10 9:00 CT Ninho do Periquito)
- Sobradinhense x Gama (30/10 16:00 Estádio Augustinho Lima - Sobradinho)
- Gama x CAESO/BFA (06/11 16:00 CT Ninho do Periquito)

JUVENIL
- Gama x DF FC(23/10 10:30 CT Ninho do Periquito)
- Gama x Gaminha (30/10 11:00 CT Ninho do Periquito)
- Gama x Madureira (06/11 14:00 CT Ninho do Periquito)

*As datas e horários estão sujeitos à alteração

Um gamense em Washington

Autor: Marcelo | | Categoria: | 9 comentários


Torcedor exibe com orgulho o manto alviverde nos states.
Foto: Arquivo Pessoal

A diretoria do Gama virou as costas para a torcida neste segundo semestre. Além de ninguém dar as caras para explicar os motivos de mais um vexame histórico, ainda tem que assistir de longe a venda do seu principal patrimônio para fins não sabidos.

Mas torcedor de verdade não vira as costas para o seu clube. Apesar de vir mal dentro e fora das quatro linhas, o torcedor não esquece as alegrias que o time proporcionou no passado quando conquistou o título da série B em 1998 e dez títulos candangos. Com este sentimento, um torcedor aproveitou uma viagem no exterior à trabalho para exibir à comunidade americana o símbolo de sua paixão.

O torcedor foi à Washington nos Estados Unidos e enviou estas fotos tiradas em frente à monumentos conhecidos como Capitólio, Casa Branca e Obelisco da Constitution Garden na capital administrativa americana. Veja abaixo mais algumas imagens:





FUNFA promove mega evento para lançamento de material esportivo

Autor: Marcelo | | Categoria: | 0 comentários


A parceira do Gama responsável pelas categorias de Base é a representante oficial da mexicana PIRMA no Brasil.
Foto: Marcelo Gonçalo (Blogama.net)

É oficial: após vários meses de negociação, a empresa FUNFA responsável pelas categorias de Base do Gama é a representante oficial da marca PIRMA no Brasil. A PIRMA é uma empresa mexicana de material esportivo que tem vários clientes conhecidos no mundo inteiro e está chegando ao mercado brasileiro para competir em pé de igualdade com as marcas esportivas tradicionais do Brasil.

A FUNFA já emplacou seu primeiro contrato. E é com nada menos que o campeão brasileiro do Novo Basquete Brasil, o UniCEUB (antigo Universo). A PIRMA é a fornecedora oficial dos uniformes do campeão brasileiro de basquete e que inclusive já estreou o novo visual diante do Flamengo em amistoso realizado no último final de semana (vitória do UniCEUB por 80 x 75 no ginásio da ASCEB).

A FUNFA apresentará oficialmente toda a sua linha de produtos à comunidade esportiva e jornalística em evento a ser realizado nesta sexta-feira no Hotel Lake Side de Brasília. Mas o evento não ficará restrito somente a isso. Está confirmado para este próximo sábado um amistoso entre as equipes masters de Flamengo e Fluminense .

A partida está marcada para o próximo sábado (23) às 16:00 no magnífico estádio Bezerrão no Gama e os ingressos serão vendidos no dia do jogo pelo valor de R$ 5,00 (arquibancadas descobertas) a R$ 15,00 (arquibancada coberta) nas bilheterias do estádio. Haverá venda antecipada nos parceiros da FUNFA a partir da sexta-feira a ser divulgado em breve.

Para os saudosistas será uma ótima oportunidade de rever velhos monstros consagrados do futebol das décadas de 70 e 80. Pelo Flamengo estão confirmadas as vindas de Rondinelli, Adílio, Nélio, Júlio César (Uri Gelller), Válber, Bigú e Reinaldo Gueldini. Pelo lado do Fluminense estarão em campo Paulo Victor, Arthurzinho, Alê, Rubens Galaxie, Mário Tilico, Assis, Deley e muitos outros.

sábado, 16 de outubro de 2010

Categorias de base classificadas para a 3ª fase

Autor: Marcelo | sábado, 16 de outubro de 2010 | Categoria: | 11 comentários


Resultados de hoje selaram a classificação.
Foto: Marcelo Gonçalo (Blogama.net)

Hoje no CT Ninho do Periquito as equipes Infantil e Juvenil das categorias de base do Gama respiravam clima de decisão. Isto porque foi disputada a última rodada da segunda fase do Campeonato Candango das categorias de Base. Mas felizmente para o periquito ambas as equipes fizeram prevalecer o mando de campo e venceram seus jogos carimbando o passaporte para a terceira fase.

JUVENIL SOB CONTROLE

A equipe juvenil entrou primeiro em campo buscando a primeira colocação em seu grupo. O adversário era o São Sebastião que dependia de uma vitória para seguir na competição. no começo do jogo ambas as equipes ficaram se estudando. Tanto que o primeiro chute à gol somente ocorreu aos 15 minutos quando mailos cobrou falta por cima do travessão.

Aos 28 minutos o Gama abriu o placar. Darlan recebeu na pequena área pela esquerda e chutou rasteiro. O goleiro rebateu e no rebote o mesmo Darlan empurrou para o fundo das redes. Gama 1x0.
O jogo permaneceu na mesma tônica, só que o time visitante começou a abusar das jogadas faltosas. Em uma dessas jogadas Mailon se irritou com uma entrada dura do adversário e houve um princípio de confusão. O juiz interveio e o jogo continuou.

aos 38 o Gama ampliou. Cobrança de falta pela direita e o zagueirão Thiago escorou de cabeça para o gol. 2x0 para o Gama e o juiz apitou o intervalo.

No início do segundo tempo Mailon bateu boca com jogadores do São Sebastião. O juiz viu e expulsou os dois deixando ambos os times com dez. Isso animou os visitantes que por muito pouco não descontam. Em lançamento longo, o atacante da equipe visitante recebeu entre os zagueiros. O goleiro pedro saiu para dividir e acabou deixando a bola passar. Quando o atacante ia concluir para o gol vazio, o zagueiro Bruno surgiu rápido como um raio e isolou a bola pra longe salvando o Gama.

Cinco minutos depois o volante do São Sebastião deu uma entrada dura em Darlan por trás e também foi expulso. Com uma a mais em campo a tarefa ficou mais fácil. O Gama ampliou pucos minutos depois. Gustavo que havia entrado no segundo tempo fez linda jogada individual, driblou três jogadores e chutou no canto marcando um golaço. 3x0.

E no finalzinho a fatura foi liquidada. Gilvan recebeu bola em condição, ganhou no corpo da defesa, avançou pela esquerda, driblou o goleiro e chutou cruzado. 4x0, goleada sacramentada e classificação garantida.

O gama jogou e venceu o são Sebastião com a seguinte formação: Pedro; Samuel, Bruno, Tiago e Pacheco; Douglas, Daniel(Caio), André(Dudu) e Mailon. Darlan(Gustavo) e Pedro Renato(Max).


PEDREIRA PARA O INFANTIL
A equipe Infantil entrou em campo precisando de no mínimo um empate para se classificar à próxima fase. Para isso teria que passar pelo Santa Maria que precisava vencer para seguir na competição. O jogo começou nervoso e o Santa Maria estava disposto a complicar a vida do anfitrião.

O Gama dominou o jogo mas esbarrava na boa marcação do time visitante. Em cobrança de falta Higo acertou o travessão. Mas a emoção do primeiro tempo parou por aí. A partida ficou travada no meio de campo e nenhuma das equipes conseguia impor volume de jogo. O primeiro tempo terminou sem gols.

Se faltou futebol no primeiro tempo, no segundo as equipes foram para a guerra. Aos 8 minutos o Santa Maria fez uma boa jogada pela direita e na conclusão Jéfferson defendeu no susto. Mas o bandeira já assinalava posição irregular do atacante santista.

aos 10 o Gama abriu o placar: Em uma boa arrancada de Bob que entrou no segundo tempo, o lateral chegou à linha de fundo e cruzou rasteiro para a pequena área. O meia Guilherme que fechava o ângulo desviou para o gol. 1x0 e alívio do técnico Batata.

A equipe visitante sentiu o golpe e passou a ser dominado pelo anfitrião. Aos 15 Guilherme cruzou, a bola encobriu o goleiro adversário e carimbou o travessão. Mas aos 27, Tiago que também entrou no segundo tempo com fome de bola recebeu em profundidade e cara a cara com o goleiro chutou no canto ampliando o placar. 2x0 Gama.

O resultado não foi alterado até o final da partida. Com a vitória o alviverde também se classificou para a terceira fase eliminando o Santa Maria. A equipe Infantil jogou com: Jéfferson; Pedro(Bob), glaydson, Davidson e Luciano; Douglas Fabinho, Danilo e Guilherme; Vovô(Mateus) e Higo(Tiago);

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Release categorias de base

Autor: Marcelo | sexta-feira, 15 de outubro de 2010 | Categoria: | 7 comentários


As categorias de base do Gama entrarão em campo amanhã à tarde a partir das 14:00 no CT Ninho do Periquito pela terceira rodada da segunda fase da competição. As categorias vivem momentos distintos: enquanto a equipe Juvenil está com 100% de aproveitamento e apenas entra em campo para manter a primeira colocação, a equipe Infantil decidirá sua classificação dependendo apenas de si para seguir na competição.

Para o técnico do time Infantil Batata a derrota faz parte do passado: "Sabíamos que seria um jogo difícil, mas nada está perdido" disse. Vai ser uma autêntica decisão , já que o Santa Maria, adversário de amanhã tem o mesmo número de pontos do Gama, mas perde no saldo de gols (3 contra -1). Ou seja, um empate sela a classificação do periquito. Ceilândia que está classificado e o Vasco já eliminado se enfrentam apenas para cumprir tabela.

Já a equipe Juvenil está praticamente classificada com 6 pontos e três gols de saldo. Enfrenta amanhã a equipe de São Sebastião que tem 3 pontos e saldo zero. O São Sebastião decide com o Sobradinhense a segunda vaga já que o Vasco com zero pontos está eliminado. Amanhã sairá a definição dos classificados com total cobertura do BLOGAMA.

Acompanhe agora o Release da equipe Juvenil elaborado pelo técnico Enock Lopes:

GAMA MOSTRA UM FUTEBOL ARTE

A torcida alviverde da S E Gama terminou a manhã de domingo comemorando a vitória de 3 x 1 contra o time do Sobradinhense, onde o juvenil fez seu dever de casa com um exemplo de futebol arte, belas jogadas e gols, demonstrando competência no critério defesa menos vazada, artilheiros e equipe mais disciplinada.

Após um jogo bem disputado, onde não faltaram emoções, como bola no travessão, por cima da trave e boas defesas do goleiro Carlos Furnier, que fizeram os níveis de adrenalina se elevarem durante o jogo, o time juvenil mostrou mais uma vez que está preparado para esse Campeonato Brasiliense atingindo seis pontos e se classificando para a terceira fase, indicando que as categorias de base do Gama vem realmente fazendo um trabalho que promete grandes revelações. “Alberto Carlos Mohamad , conhecido como Betinho, diretor e responsável por todo o projeto me pediu que tivéssemos jogadores de alto nível, que pudessem ser futuramente absorvidos por nosso departamento profissional e também por grandes clubes brasileiros”, conta Enock, técnico do juvenil.

Mesmo estando melhor em campo, o Gama perdeu a oportunidade de fazer o primeiro gol com Max. O sobradinhense partiu para o ataque, Carlos fez uma boa defesa, mas no segundo ataque, a bola entrou e com 14 minutos de jogo o placar acusou 1 x 0 para a equipe adversária, que continuou firme e Carlos evitou um segundo gol, dois 2 minutos após o primeiro.

Daniel tentou marcar o seu gol, assustou o goleiro do time visitante, mas a bola só entrou aos 24 minutos, com um belo gol de Samuel que trouxe o empate de 1 X 1, ainda no primeiro tempo para o Gama.

No segundo tempo a equipe alviverde se impôs com mais vontade, mesmo sob um sol forte, e o resultado foram dois gols de Mailon, após o Sobradinhense começar a jogar praticamente na defesa. Aos 39 minutos, com o jogo já definido, Carlos segurou mais uma bola que manteve o placar para o time anfitrião.

A equipe entrou em campo com a seguinte formação: Carlos; Samuel (Pedro Renato), Bruno, Tiago e Pacheco (Luan); Douglas (André), Daniel, Mailon (Roberto) e Max; Gilvan (Caio) e Dudu.

“Mailon, volante, Daniel, atacante e Eduardo, meia, foram os destaques, mas sem tirar o brilho da equipe que vem fazendo jus a esse Gama, que sempre foi um gigante do futebol local”, enfatiza Enock.

Ele segue confiante e diz: “Estamos classificados, mas semana que vem, vamos buscar a vitória para mantermos o primeiro lugar no grupo F e ainda seguirmos invicto”.
O próximo jogo, dia 16/10, sábado, é contra o São Sebastião, no CT ninho do periquito, as 14:00 horas.

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Reforços de peso

Autor: Marcelo | quinta-feira, 14 de outubro de 2010 | Categoria: | 11 comentários


Representantes do MOSEG buscam apoio político para o Movimento.
Foto: Marcelo Gonçalo (Blogama.net)

No último dia 12 foi comemorado na cidade do Gama o aniversário de 50 anos da cidade. Entre as festividades foram incluídos desfiles, entrega de condecorações, bolo de 50 metros e etc.

Para os representantes do Movimento Organizado de Soerguimento da Sociedade Esportiva do Gama - MOSEG o dia foi de protesto. Primeiro invadiu com faixas o desfile. Concedeu entrevistas à imprensa local e nacional e denunciou a insatisfação da população com a atual administração do clube mais popular do DF.

Sensível aos protestos, o candidato à governador pela coligação Um Novo Caminho Agnelo Queiroz é mais um a abraçar a causa. Segundo palavras do candidato que está à frente nas pesquisas para o segundo turno, há um projeto para o futebol no Gama: "Se eu for eleito, vamos resgatar o futebol do Gama" disse.


O Deputado Cabo Patrício se identificou com o Movimento.
Foto: Marcelo Gonçalo (Blogama.net)


Outra personalidade que se identificou com o Movimento foi o deputado Distrital Cabo Patrício. Eleito no último pleito com mais de 13 mil votos sendo 6 mil do Gama, Patrício foi o deputado mais votado na cidade. Ele literalmente "vestiu a camisa" e agendou uma audiência em seu gabinete com os líderes do movimento após o dia 31 deste mês para definir a forma de como apoiar o movimento.

Você também está insatisfeito com a atual administração da SEG? Cansado de tanta humilhação e de indiferença com o torcedor? Junte-se à causa. Adquira a sua camiseta e faça parte do MOSEG. Informações com o torcedor Arílson Machado pelo telefone 8414-4367.

TORCIDA TAMBÉM PREPARA PROTESTO

Neste final de semana o conselho da maior Torcida Organizada do Gama, a IRA Jovem se reúnirá em sua sede localizada no Setor Oeste do Gama para acertar os últimos detalhes do grande protesto a ser realizado no dia 15 de Novembro em frente ao estádio Bezerrão. Neste dia acontece o aniversário de fundação do clube ocorrido em 1975.

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Segunda parte da reunião do MOSEG

Autor: Marcelo | quarta-feira, 13 de outubro de 2010 | Categoria: | 5 comentários


Os convidados presentes à reunião ouviram atentamente as propostas da mesa.
Foto: Marcelo Gonçalo (Blogama.net)

A reunião da divulgação do MOSEG realizada na última sexta tinha o objetivo de não só informar a situação do Gama frente ao último rebaixamento como também discutir propostas sobre qual rumo seguir para conseguir o objetivo de retomar o Gama para a comunidade. Porém, uma única reunião foi muito pouco para que todos pudessem expor suas idéias.

Após a fala de Márcio Viedes, o ex-diretor de futebol do Gama Flávio Raupp usou da palavra para falar sobre a experiência que passou durante o período entre 2009 e 2010 quando era responsável pelo futebol do clube e transmitir a sua visão sobre o assunto. Para Raupp, o Gama hoje deixou de ser um clube de funções sociais para se tornar uma empresa privada: "O Gama hoje é um negócio, uma ferramenta de trabalho com fins lucrativos. E o controle do clube está nas mão de uma única pessoa que é o Wagner Marques já que ele possui várias procurações de sócios para votarem em seu nome. Assim ele tem o poder no clube" disse.

Raupp questionou a eficácia do Movimento já que juridicamente o Gama não pode sofrer intenvenção. O Gama é uma sociedade privada e cabe aos sócios (obedecendo às regras do estatuto do clube) decidir sobre os rumos da SEG. Raupp citou como exemplo o fato de Wagner Marques ter dado um imóvel pessoal seu como garantia do negócio com a empreiteira que negociou a sede*. E que mesmo que o Movimento tenha sucesso, quem assumir o clube vai ter que abrir a "caixa preta", que seriam as dívidas e contratos nunca divulgados pela atual administração.

Raupp terminou seu discurso dizendo que a única chance de mudança na SEG hoje seria a recomposição do Conselho que hoje é formado por parentes e amigos indicados por Wagner Marques. "Entender quem são estas pessoas e com o tempo conduzir o clube de volta à comunidade". Ele ainda "matou" as esperanças de quem achava que depois da eventual venda da sede social Wagner e Companhia deixariam o Gama: "Com R$ 100 mil por mês e vários imóveis alugados acho difícil que eles deixem o clube. Será que com dinheiro eles darão a volta por cima?".

Uma pessoa da platéia perguntou pela lista dos sócios do Gama. Quem respondeu foi Antonio Alves do Nascimento, o Tonhão. Segundo ele, a lista de nomes com os sócios que possuem poder de voto foi perdida por uma fatalidade. Que o computador onde estava armazenada a lista deu defeito e os dados foram perdidos.

O presidente da Associação Comercial do Gama Manoel Farinhas reforçou a tese defendida por Raupp enfatizando que o Gama se transformou em uma entidade privada, que os mandatários não "abrem" o clube para a comunidade. Mas disse que parte da culpa pelo fato é da própria comunidade. Farinhas acredita que a melhor coisa a ser feita é buscar a reestruturação do Conselho do Gama visando voltar a fazer parte do processo de administração do Clube. Falou também sobre as más condições do comércio local do Gama que foi considerado hoje um dos piores do DF.

O torcedor Antônio Lourenço que estava presente questionou a mesa sobre a sua situação de Sócio Remido da antiga SEG. Questionou sobre como ficarão os sócios que adquiriram títulos depois da venda da sede. Tonhão afirmou que posteriormente o clube chamará um por um individualmente para realizar o acordo.

O senhor Pacífico José Lobo, comerciante de materiais de contrução no Setor Leste da Cidade pediu a palavra e afirmou que a culpa da atual situação do Gama é da população da cidade que virou as costas para o clube. Tomou como exemplo o fim da FAGAMA que se transformou em FESTGAMA** e que os representantes do Gama se omitem sobre as causas da cidade: "Se continuar desse jeito o Gama vai ficar sem patrimônio e sem futebol" disse. Afirmando que vai acompanhar de perto o movimento, Pacífico se emocionou e externou sua revolta com a atual administração da SEG: "O Wagner (Marques) se apropriou do clube da cidade. Eles acabaram com o futebol do Gama. Hoje ninguém consegue resgatar a SEG de volta e eles vão consumir todos os recursos sem atingir os objetivos". Pacífico ainda disse que com menos recursos dá pra se obter melhores resultados do que o Gama.

Fazendo um gancho, o torcedor Mário questionou a mesa sobre o motivo de o Gama não conseguir montar um bom time com poucos recursos. Flávio Raupp respondeu que é possível e usou o exemplo do time do candangão deste ano que com poucos recursos conseguiu liderar o campeonato candango. Disse também que foi o responsável por trazer o programa Sócio Torcedor ao clube que alivia consideravelmente os custos do Gama.

Como já estava ficando tarde, a reunião foi encerrada. As propostas para resgatar a SEG ficaram em segundo plano, já que pelo exposto o "abacaxi" era muito maior do que as pessoas supunham. O problema envolve o clube, a cidade, a política e a população. O Movimento agora busca apoio para seguir trabalhando pelo resgate do Gama.

* Segundo informações não oficiais, a venda do terreno da sede social da SEG ainda não foi concretizado porque a empreiteira exigiu que o terreno estivesse totalmente desocupado para começar o empreendimento. No entanto a Pamonharia que funciona ao lado da sede conseguiu na justiça permanecer no local. Assim, para não perder a venda, Wagner Marques teria dado um imóvel seu para servir de garantia à empreiteira.

**O antigo FAGAMA era uma feira de artes e exposições que acontecia ao lado do estádio Bezerrão e marcava o aniversário da cidade do Gama no dia 12 de outubro. Porém a administração da cidade "terceirizou" a festa para a empresa Geraldinho Produções que registrou o evento com o nome de FESTGAMA tirando todo o cunho social que existia. Comenta-se que a empresa lucra com o evento alugando espaço para Parques, Quiosques e Artistas.

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Juvenis avançam e Infantil tropeça

Autor: Marcelo | segunda-feira, 11 de outubro de 2010 | Categoria: | 1 comentários


Equipe Infantil sofreu sua primeira derrota na campetição.
Foto: Marcelo Gonçalo (Blogama.net)


Ontem pela manhã no campo 2 do CT Ninho do Periquito ocorreu a segunda rodada da segunda fase do Campeonato Candango de Categorias de Base Infantil e Juvenil. O Gama enfrentou a equipe do Ceilândia pelo Infantil enquanto o Juvenil encarou o Sobradinhense.

JOGO TRUNCADO
O time Infantil comandado pelo técnico Batata entrou em campo primeiro e dava para ver que o adversário não estava disposto a dar moleza ao anfitrião. O Gato Ceilândia se fechou na defesa e ocupou os espaços do campo. O Gama dominava a partida porém não conseguia chegar ao gol adversário. Já o Ceilândia era perigoso nos contra ataques. O primeiro tempo terminou sem gols.

O segundo tempo parecia uma repetição do primeiro. O Ceilândia não desgarrava da marcação enquanto o Gama não conseguiu achar espaços para furar o bloqueio imposto pelo visitante. O jogo parecia se encaminhar para o 0x0 quando em uma falha da defesa o atacante do Ceilândia recebeu pela esquerda e disparou um chute rasteiro e forte no contrapé do goleiro Paulinho. 1x0 Ceilândia.


O técnico Batata ainda tentou correr atrás do prejuízo, mas o tempo já estava escasso e o jogo terminou em um suado 1x0 para o Ceilândia. Para os jogadores do Gato parecia que a vitória em cima do Gama era a conquista de um título, com direito à gritos, abraços e retirada de camisas.

O Gama que estava invicto perdeu sua invencibilidade mas ainda depende apenas de si para se classificar. Basta uma vitória simples sobre o próximo adversário que o periquito avançará à terceira fase. O Gama decidirá seu futuro diante do Santa Maria no próximo sábado às 9 horas no CT do Periquito. O Gama jogou com a seguinte formação: Paulinho; Taigo, Glaydson, Davidson e Fernando; Douglas, Danilo, Fabinho e Guilherme; Vovô e Higo (Cleverson).


MAIS UMA VIRADA
Já o Juvenil encarou o Sobradinhense em seguida. O sol já estava escaldante quando ambas as equipes entraram em campo. O Gama entrou com a mesma equipe do jogo passado com exceção ao meia Darlan que fora expulso no último jogo. Daniel entrou em seu lugar. O Gama logo se impôs em campo e aos 6 minutos o meia Max perdeu uma boa oportunidade. O Sobradinhense respondeu dois minutos depois mas o arremate foi bloqueado com uma grande defesa do goleiro Carlos.

Apesar de melhor em campo, o Gama sofreu o primeiro gol. Aos 14 em cobrança de falta a bola sobrou no pé do atacante do Sobradinhense encher o pé e abrir o placar. 1x0 Sobradinhense. Os visitantes não diminuíram o ritmo e dois minutos depois Carlos evitou o segundo gol.

O Gama então retomou as ações e foi à luta. Aos 20 Gilvan recupera bola dentro da área e de bico toca para fora. Aos 22 o meia Daniel arriscou de longe e a bola passou por cima assustando o goleiro alvirrubro. Mas aos 24 o alviverde empatou. Cobrança de falta de Max, Samuel recebeu e de longe acertou um balaço de fora da área que o goleiro aceitou. Lindo gol e empate do Gama 1x1.

Parecia que o Gama havia descoberto o caminho dos gols. Aos 31 Mailon também arriscou de longe e a bola passou perto do travessão. O juiz então apitou o intervalo.


HORA DA REAÇÃO
O calor era quase insuportável quando o alviverde começou o segundo tempo. O jogo foi mais pegado e o Sobradinhense se recolheu na defesa. Aos 12 Max recebeu passe dentro da área, dividiu com a zaga e chutou por cima do gol. Aos 15 Mailon cobra falta próxima a àrea e o goleiro do Sobradinhense defendeu.

Mas aos 18, o goleirão do time visitante nada pôde fazer. Mailon avançou com bola pelo meio de campo e sofreu falta. Ele mesmo cobrou a falta com perfeição e marcou o gol da virada. 2x1 Gama.

O gol desanimou os visitantes e permitiram que o Gama se impusesse dentro de campo. Aos 21 Daniel ganhou da zaga na corrida, disparou um chute forte e cruzado e a bola caprichosamente bateu na trave. O atacante Daniel estava disposto a fazer o gol dele e dois minutos depois recebeu passe pela esquerda, chutou no canto direito mas o goleiro espalmou.

Aos 37 o Gama ampliou. Linda tabela entre Dudu e Max que tocou na medida para Mailon livre de marcação pela esquerda. Ele dominou e chutou no canto esquerdo fechando o placar. 3x1 para o Gama.

Aos 39 o Sobradinhense ainda tentou diminuir o prejuízo. Cobrança de escanteio e a conclusão do ataque visitante terminou com grande defesa de Carlos. No contra ataque o Gama ainda poderia ter ampliado quando Max cruzou rasteiro para a área, mas a bola passou por todo mundo indo para fora.

O juiz então apitou o fim de jogo. Gama 3x1 Sobradinhense. O Gama está classificado com seis pontos conquistados e só lutará para ficar em primeiro na tabela. O próximo desafio será diante do São Sebastião no próximo sábado. O Gama jogou e venceu com a seguinte formação: Carlos; Samuel (Pedro Renato), Bruno, Tiago e Pacheco (Luan); Douglas (André), Daniel, Mailon (Roberto) e Max; Gilvan (Caio) e Dudu.

domingo, 10 de outubro de 2010

Torcedores e Conselheiros criam movimento popular

Autor: Marcelo | domingo, 10 de outubro de 2010 | Categoria: | 20 comentários


Diversas pessoas que possuem vínculo com o time e a cidade compareceram à reunião.
Foto: Marcelo Gonçalo (Blogama.net)

Em um momento extremamante delicado, foi divulgado nesta última sexta feira no salão do Lions Clube do Gama a criação do MOOSEG - Movimento Organizado para o Soerguimento da Sociedade Esportiva do Gama. O movimento é liderado pelo torcedor Arilson Machado, pelos conselheiros Miguel Peres e Braga. O movimento contou com o apoio de Marcelo Gonçalo.

Na reunião foram estiveram presentes várias pessoas e personalidades que possuem vínculo com a SEG e a cidade. Roberto (representando a torcida Força Jovem), Bruno e Sula (representando a torcida IRA Jovem), Márcio Viedes (Conselheiro), Manoel Farinhas (Presidente da Associação Comercial do Gama - ACIG), Oldemar da Farmácia (Conselheiro), Antônio Alves do Nascimento (Tonhão, ex-presidente da SEG e Conselheiro), Flávio Raupp (ex-diretor de futebol do Gama e Conselheiro), além de membros da imprensa falada e escrita como Tiago Andrade (Repórter da Folha Independente do Gama) e Romer Borges (Repórter da Rádio Redentor AM). A reunião ocorreu horas após o anúncio da diretoria da SEG sobre a venda da sede social no estádio Bezerrão. Foi convidado ainda o deputado distrital Cabo Patrício, porém devido à compromissos da campanha de Agnelo à governador este não pôde comparecer.

A reunião à princípio tinha o objetivo de conclamar as lideranças locais para se juntarem ao movimento e de forma pacífica e organizada encontrar soluções para pressionar a saída da atual diretoria executiva da SEG frente aos constantes vexames nas competições que a equipe disputa além das inúmeras suspeitas de irregularidades cometidas por ela.

A reunião começou com a leitura de um manifesto. Logo depois o conselheiro Miguel Peres esclareceu aos presentes como se sucedeu a chegada de Wagner Marques ao Gama em 1992:"O Gama estava sem recursos e iria ser extinto. Eu convidei o Wagner (Marques) para assumir o Gama, mas Tonhão foi contra. Não tínhamos outra alternativa" disse. Logo em seguida comentou que o Gama viveu momentos muito bons mas logo em seguida o clube viveu uma queda de produção culminando com o rebaixamento à quarta divisão do brasileiro.

Segundo Miguel Peres, causou indignação a frieza da diretoria do Gama na queda à última divisão do Campeonato Brasileiro quando ninguém deu satisfação à torcida sobre o rebaixamento. Além disso renovaram em seguida os contratos dos jogadores e divulgaram fotos de um membro da diretoria executiva sorrindo ao lado dos atletas no site oficial, alheio à tristeza da cidade frente ao desastre.

Logo em seguida, Tonhão utilizou a palavra para falar sobre a reunião anterior no estádio com membros da Diretoria da SEG. Sem informar valores, Tonhão confirmou a negociação da sede social do Gama para uma construtora e que vem acompanhando a situação e comentou sobre as dívidas judiciais que o clube possui dizendo que se a diretoria levar o fato a público atrapalharia a administração. Tonhão defendeu a atitude da atual diretoria em não divulgar os valores da transação para que a justiça não penhore o terreno a fim de pagar dívidas judiciais.


A camiseta do protesto está sendo vendida a preço de custo para a torcida que quiser apoiar o movimento.
Foto: Marcelo Gonçalo (Blogama.net)


Tonhão comentou que Wagner Marques está cansado do futebol e não vem fazendo um bom trabalho. Enfatiza que apesar da má administração, Wagner deixou um patrimônio para o clube já que ele teria sido o responsável pelo pagamento dos débitos do terreno da sede evitando a perda do imóvel. O ex-presidente disse que o Gama fez um grande negócio na venda da sede e que irá fazer um “acerto” com todos mandatários do clube (Wagner Marques, Agrício etc). Tonhão confirmou que o Gama já recebeu R$ 2 milhões da construtora responsável pela obra.

Tonhão frisou que os sócios topariam pagar a dívida com o Wagner Marques que seria de R$ 10 milhões, mas que somente acertariam o que estiver no balanço. Que Paulo Goyaz estaria com uma grande preocupação com relação às dívidas do Gama.
Tonhão defendeu o trabalho da diretoria diante do Gama dizendo que estes teriam dado azar neste ano culminando com o rebaixamento e ressaltou que eles farão a coisa correta.

Tonhão terminou seu discurso informando que talvez a multinacional McDonalds se instale na nova área a ser construída. Tonhão acredita que o formato de negociação de permuta da sede será a solução dos problemas do Gama. Que o Wagner Marques teve que esconder as receitas do Gama para a justiça não tomá-las.

Finalmente Braga informou aos presentos sobre o que seria o movimento. A primeira atitude será a fiscalização dos recursos da venda da sede e a divulgação do movimento neste próximo dia 12 de outubro. Para isto o movimento confeccionou faixas e camisetas para disseminar o protesto.

Márcio Viedes pediu a palavra e comentou que a atual situação do Gama se deveu principalmente à falta de atenção dos demais membros do Conselho, que temos o melhor material humano, que temos condições de colocar um presidente da comunidade, que o time está sem alma, que o povo do Gama perdeu a identidade com o clube. Que o conselheiro Antilhon Saraiva está de acordo com o movimento.

Amanhã o BLOGAMA continuará com a divulgação do teor da reunião...

sábado, 9 de outubro de 2010

Diretoria anuncia venda da sede em reunião

Autor: Marcelo | sábado, 9 de outubro de 2010 | Categoria: | 2 comentários


Ontem à tarde em reunião fechada para conselheiros e diretores, a diretoria como era de se esperar anunciou aos presentes que a sede social foi de fato vendida. Jornalistas e torcedores que esperavam pelo menos acompanhar a reunião foram barrados no portão do estádio Bezerrão.

As informações como sempre são poucas. O que se sabe é que a sede foi vendida para uma construtora por um valor de aproximadamente R$ 19 milhões. A sede que está em processo de demolição terá quatro torres de quinze andares com apartamentos. Na fachada onde hoje está a Pamonharia e a entrada do antigo SESC serão construídas lojas cuja parte do aluguel será revertido para o clube.

No entanto assuntos pontuais como o futebol do Gama não foram discutidos. A imprensa e a torcida ainda esperam que o clube se manifeste de forma oficial sobre o assunto.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Brotou?

Autor: Sérgio Vinícius | quinta-feira, 7 de outubro de 2010 | Categoria: | 2 comentários

Imagem: Google imagens


Foram muitas as dificuldades que o time do Gama enfrentou durante o Candangão 2010 e principalmente na Série C que ocorreu em seguida. A diretoria da Sociedade Esportiva do Gama fazia questão de ressaltar a crise financeira pela qual o time passava e que os recorrentes casos de atrasos de salário seriam sanados assim que aparecesse dinheiro.


Jogadores chegaram a ficar quatro meses com salários atrasados, não conseguiram segurar o volante Ferrugem que saiu do alviverde com destino ao rival local baseado na lei que "libera" o atleta quando o atraso dos salários passa dos três meses. Informações que chegaram denunciava que alguns jogadores passaram por dificuldades, para pagar contas e comprar comida, outros foram dispensados após o candangão sem receber o que lhes era devido.
 
Durante a Série C depois de vários resultados negativos e quando espalhavam-se rumores da venda da sede do time,  mais jogadores de fora começaram a ser contratados. Heriberto da Cunha, um técnico que seria caro para a situação financeira do time, foi visto como a salvação do time mais tradicional do Distrito Federal. 

Aí vem a pergunta: Da onde surgiu dinheiro, se, segundo os dirigentes do time não havia NENHUM patrocinador. Brotou dinheiro?

EXPLICA AÍ - Diretoria marca reunião para esclarecer venda da sede

Autor: Marcelo | | Categoria: | 7 comentários


Presidente Paulo Goyaz deve anunciar a venda da sede hoje.
Foto: Sérgio Vinícius - Blogama.net (maio/2010)

Após várias especulações sobre a venda da sede do Gama localizada no setor central da cidade e os apelos da torcida e parte da diretoria cobrando esclarecimentos sobre o negócio provavelmente sacramentado, a diretoria do alviverde convocou uma assembléia para esclarecer a transação.

A assembléia marcada para ocorrer nesta sexta-feira às 16:00 nas dependências do estádio Bezerrão deverá contar com toda a diretoria executiva além de sócios beneméritos e fundadores. Não foi informado se os sócios torcedores e demais torcedores terão direito à acompanhar a assembléia.

A expectativa é que seja anunciado o destino do dinheiro arrecadado: se será utilizado para pagar dívidas (entre elas com o homem forte Wagner Marques que supõe-se ser da ordem de R$ 10 milhões) ou se haverá um investimento no clube visando o renascimento do Gama.

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Diretoria vende Sede Social com ato secreto

Autor: Marcelo | segunda-feira, 4 de outubro de 2010 | Categoria: | 16 comentários


Foi publicado nesta semana no informativo Folha Independente do Gama uma matéria de alto interesse para os torcedores da Sociedade Esportiva do Gama. A matéria assinada pelo repórter Allan Barbosa conta que a Sede Social do Gama localizado em área nobre da cidade enfrenta um grande imbróglio jurídico e político, mas que mesmo assim a venda está mais do que sacramentada apesar das negativas da diretoria. Leia a seguir na íntegra a matéria. As imagens são de Marcelo Gonçalo.

POR ALLAN BARBOSA
A galeria de ex-presidentes da Sociedade Esportiva do Gama (SEG) treme diante do momento vexatório que o clube vive. Rebaixado à quarta e última divisão do campeonato Brasileiro e há sete anos sem conquistar o título local, os torcedores ainda assistem, à distância, a venda do único patrimônio do clube: a Sede Social. Como a entidade foi entregue e ninguém se preocupou em fiscalizar os recursos que entravam e saíam da entidade durante os anos áureos do clube, ficou difícil desbancar os agora eternos mandatários.

A opção de vender o valioso terreno no Setor Central da cidade é consenso entre os dirigentes do alviverde. A negociação pode gerar uma fonte de receita permanente para o clube e ainda ajudar a manter parte da despesa mensal da instituição. Pode, também, ajudar o clube a ter um Centro de Treinamento, já que o Ninho do Periquito pertence aos ex-presidentes Wagner Marques e Agrício Braga. Comprado e estruturado na era de ouro do Gama, sócios da SEG já insinuaram que o terreno foi adquirido com dinheiro do próprio clube, mas ninguém apresentou provas disso.

A atual diretoria, que tem como presidente o advogado Paulo Goyaz, não admite, mas fatos recentes dão conta de que a área da Sede Social já foi vendida. A empresa paulista Tecnisa teria adiantado R$ 2 milhões ao clube e outros R$ 4,8 milhões seriam dados quando o terreno estivesse totalmente desocupado. O fechamento do negócio devia ter acontecido em julho, quando a unidade so SESC, que locava o local, mudou-se para a nova sede no Setor de Indústria. A SEG também teria direito a 4 mil metros quadrados de área comercial construída no local, mais apartamento como permuta pelos quatro lotes que compõem o terreno. No entanto, se a venda realmente aconteceu, não foi realizada em assembléia.



Mas eis que surge outro problçema. A diretoria da SEG esqueceu de combinar com o outro inquilino que há no terreno. Há nove anos uma pamonharia está instalada no local e a empresária proprietária do empreendimento não topou sair antes do vencimento do contrato de aluguel, previsto para 2012. Diante da negativa, a diretoria do clube usou de artifícios jurídicos e políticos para inviabilizar a pamonharia. Primeiro entrou com uma ação de despejo alegando que a imobiliária, que aluga o terreno em nome da SEG durante todos estes anos, não estava autorizada a prorrogar o contrato. Depois articulou politicamente para que a empresária não conseguisse alvará de funcionamento. Para isso, Goyaz teria utilizado seu prestígio no GDF, já que é administrador da cidade do Varjão.

No entanto, a empresária entrou no justiça e conseguiu uma liminar garantindo alvará até 2015 e a administração do Gama não pôde negar o direito. A empresa Tecnisa agora pressiona a SEG a liberar o terreno, pois já adiantou parte do dinheiro ao Gama, ou ao Wagner Marques, já que o homem forte teria, inclusive, dado um imóvel seu como garantia de que o Gama cumpriria sua obrigações com a construtora. Documentos que comprovem a operação se existem ninguém, ou poucos conhecem. Conselheiros questionados pelo Folha Independente apenas desconfiam da venda, mas não têm certeza. Fato é que a empresa está lá, inclusive já tentou fazer acordo com a empresária dona da pamonharia, para que desocupe o local.

RELAÇÃO DIFÍCIL
As últimas eleições na Sociedade Esportiva do Gama, no final de 2008, foi marcada pela tentativa de oposição, liderada pelos ex-presidentes Antônio Cândido de Moura, o Toninho, e Antônio Alves do Nascimento, o Tonhão, de tomarem o poder. Porém, uma manobra impediu o registro da candidatura da Chapa 2, liderada por Tonhão. Wagner Marques, homem forte do Gama, conseguiu, assim, impor seu desejo. Emplacou Paulo Goyaz como presidente e dois fiéis escudeiros na vice presidência: Carlos Macedo e Agrício Braga. Os dois também já foram presidentes do clube.

Esta eleição seria a solução de um problema e um desejo: Wagner queria que goyaz viabilizasse o pagamento de uma dívida, proveniente de empréstimos que teria feito à Sociedade Esportiva do Gama. Segundo o único balanço publicado no site do clube, o valor seria de R$ 1,5 milhão, mas nos bastidores Marques queria o reconhecimento de um montante maior: R$ 10 milhões. Goyaz deveria reconhecer isso em assembléia e publicar em ata. O que ainda não aconteceu, pelo menos no conhecimento dos conselheiros Tonhão e Toninho, aos quais o Folha Independente consultou.

Por outro lado, Paulo Goyaz ambicionava, à frente de um Gama possivelmente vitorioso, cacifar-se para as eleições deste ano, quando concorreria à uma cadeira na Câmara Legislativa do Distrito Federal. Para isso, também conseguiu ser administrador da cidade do Varjão. Mas o Gama, em seu estádio de R$ 60 milhões "doado" pelo governo não emplacou e os vinte mil lugares da arena ficaram praticamente vazios, salvo raras exceções.

Depois de uma estratégia mal sucedida, Marques e Goyaz andam com a relação estremecida e com diálogos raros e objetivos. Com o Gama na quarta divisão do Brasileiro, o "homem forte" sem a grana que pretendia e Goyaz ainda tentando dar vôos solos haouve até a possibilidade de o advogado renunciar ou sofrer impeachment, já que Wagner Marques tem poder de voto quase imbatível. Ele mesmo pode votar em nome de vários associados por meio de procuração.

É importante ressaltar que as informações na Sociedade Esportiva do Gama são raras, escassas e quase sempre guardadas à sete chaves. A Lei nº 11.345/06, que criou a Timemania determina que os clubes divulguem os balancetes anuais no site do clube. No site Gamagol, havia o balanço do exercício de 2007, que já foi , inclusive, retirado do ar. Ninguém sabe também quanto a SEG deve ao Governo Federal em relação à FGTS, INSS, Receita Federal e dívidas trabalhistas. Em um diálogo telefônico do ainda "proprietário" do Gama, Wagner Marques, com a proprietária da pamonharia, que teve que lutar para não ser despejada, Wagner Marques diz que do dinheiro da venda da Sede Social muito pouco vai restar para o Gama. Quanto? Talvez ninguém nunca saiba, como é de praxe na obscurecida administração alviverde.

domingo, 3 de outubro de 2010

Com direito à virada, categorias de base avançam

Autor: Marcelo | domingo, 3 de outubro de 2010 | Categoria: | 11 comentários


Equipe comemora a primeira vitória na segunda fase.
Foto: Marcelo Gonçalo (Blogama.net)


Neste sábado aconteceu a primeira das três rodadas da segunda fase do campeonato candango categorias Infantil (sub-15) e Juvenil (sub-17). Pelo grupo F onde o Gama faz parte, o alviverde encarou a equipe do Vasco-DF em ambas as categorias.

VIRADA SOFRIDA
No primeiro confronto do dia, a equipe Juvenil do alviverde que esbanjou futebol na primeira fase com goleadas impostas e nenhum gol sofrido quase viu a jaca espalhar no chão diante da equipe do Vasco. Logo aos dez minutos de jogo, o Gama que não havia levado um cartão sequer foi surpreendido com a expulsão do meia Darlan por entrada dura no adversário aos 15 minutos do primeiro tempo.

Como se não bastasse o golpe de jogar com um a menos, o Vasco abriu o placar aos 18 minutos e impondo ao alviverde seu primeiro tropeço logo em casa e na estréia da segunda fase. Os ânimos se exaltaram e até o técnico Enock Lopes que normalmente se comporta de forma calma saiu do natural assim como seus jogadores. A equipe Juvenil tomou nada menos que cinco cartões amarelos na sequência do primeiro tempo que terminou com os visitantes na frente.



No segundo tempo o técnico Enock Lopes mudou a formação tática da equipe passando a atuar em um 3-3-3 recuando o lateral Eduardo para a marcação e promovendo a entrada do atacante André no lugar de Dudu. Com um jogador a menos em campo o Gama passou a jogar nos contra ataques e a presença de três atacantes forçou o adversário a se descuidar da marcação.

Em um desses contra ataques o atacante André recebeu bola espirrada dentro da área e chutou para o gol. A bola resvalou na zaga e enganou o goleiro adversário que viu a bola caprichosamente entrar no canto. Era o empate do Gama, 1x1.

O gol abalou o Vasco que logo em seguido tomaria a virada. Max experimentou de fora da área, a bola resvalou na zaga, encobriu o goleiro e Mailon que estava debaixo da trave só teve o trabalho de empurrar para as redes. 2x1 para o Gama.

O técnico Enock Lopes então promoveu várias alterações para manter o ritmo de jogo da equipe que teve muito trabalho para segurar o resultado. O alviverde ainda perdeu duas boas chances de ampliar com André e Gilvan, mas o jogo terminou assim: Gama 2x1 Vasco.

Falando ao BLOGAMA o técnico Enock Lopes explicou como foi o jogo: "A gente já esperava um jogo difícil, normalmente as equipes vêm jogar fechadas aqui em nosso campo. Mas hoje foi diferente." disse Enock.

O técnico ainda explicou sua mudança de postura diante dos jogadores: "Nosso time não havia tomado um cartão sequer e hoje tomamos cinco amarelos e um vermelho. Isso desequilibra um pouco. Mas tem dia que a gente tem que entrar no jogo, cobrar da arbitragem" disse.

O mais feliz da equipe foi o atacante André que saiu do banco para marcar o primeiro gol da equipe: "No hora do gol o Gilvan puxou pela lateral, a bola sobrou pra mim que chutei e a bola resvalou na zaga e entrou" e emendou que a mudança de atitude dos jogadores foi fundamental para a reação: "O grupo é muito bom, a gente não pode vacilar para outros times". O Gama jogou e venceu com a seguinte formação: Carlos; Samuel, Bruno, Tiago e Pacheco; Douglas, Darlan, Mailon (Pedro) e Max (Daniel); Gilvan e Dudu (André).



TRANQUILIDADE PARA O INFANTIL
A equipe infantil comandada pelo técnico Batata entrou logo em seguida para enfrentar o time do Vasco-DF. Vendo a dificuldade por que passou o Juvenil, Batata esperava encontrar muitas dificuldades para a sua equipe: "O Vasco foi o grande "calo" do Gama na Copa AGAP, foram eles que nos eliminaram naquele torneio. Mas a gente espera fazer uma boa partida e conquistar os três pontos" disse.

Ao contrário da primeira partida, o Gama teve uma relativa tranquilidade para bater o adversário por 4x0. Fernando, Fabinho e Vovô duas vezes marcaram os gols da vitória que possibilitaram à equipe conquistar a liderança do grupo.



No próximo sábado em horário ainda a ser definido será disputada a segunda rodada do candanguinho. A equipe Juvenil enfrenta o Sobradinhense enquanto o Infantil jogará com o Ceilândia no próximo sábado (09/10) no CT Ninho do Periquito.

Pesquisar este blog